Issei Sagawa – O verdadeiro Hannibal Lecter

Abril 9, 2017
1724 Views

Você provavelmente deve conhecer o assassino canibal dos cinemas, Hannibal Lecter. O que você não sabe é que existe um assassino fora dos estúdios de Hollywood que tem as mesmas práticas que o nosso querido Hannibal. Ele se chama ‘Issei Sagawa’.

Issei Sagawa é o famoso filhinho de papai, nascido em 1949, em uma família rica e influente no Japão, achava que todo mundo existia para servi-lo(literalmente depois de uns anos). Quando criança, Sagawa teve um sonho que o marcou, ele se viu em um caldeirão junto a seu irmão, sendo cozinhados para serem servidos a alguém. O que parecia ser apenas um sonho bizarro de criança, viria a se tornar realidade anos mais tarde.

 

Na adolescência, Sagawa se mostrava um estudante brilhante, com muita facilidade de dominar a língua inglesa. Foi nesta mesma época que Sagawa teve o seu primeiro surto psicótico. Ele se apaixonou por uma professora alemã, tão intensamente, que ele mesmo confessou que foi a primeira vez que o desejo de comer carne humana despertou e o fez pensar: “Como eu gostaria de comer a carne dessa mulher”. (Amor é isso, né?)

 

Numa bela noite, Sagawa invadiu o apartamento da professora e a encontrou dormindo, totalmente nua. Vendo a oportunidade de por em prática seus desejos bizarros, Sagawa procurou no apartamento da professora algo que ele pudesse atacá-la, acabou encontrando apenas um guarda-chuva, que não foi suficiente, a professora acabou acordando, e ele, Sagawa, assustado, acabou fugindo com medo do que a mulher poderia fazer. A professora saiu ilesa… Exceto pelo galo na cabeça.

 

Depois do acontecido, o Pai de Sagawa buscou ajuda psicológica para o filho, temendo que ele continuasse com seu sádico hábito, Sagawa foi transferido para Paris, onde iria para faculdade. Em 1981, Sagawa conheceu ‘Renée Hartevelt’, uma jovem holandesa de 25 anos, ela estudava na mesma universidade de Sagawa, sendo poliglota e amante da cultura japonesa… Não preciso dizer que foi amor a primeira vista, né?

(A jovem Renée Hartevelt)

Sagawa e Renée viviam uma amizade colorida juntos, trocavam cartas, se visitavam frequentemente, trocavam conhecimentos linguísticos, dançavam e saiam muito juntos;

Uma noite, Sagawa convidou Renée para passar a noite na sua casa, seria a última da jovem. Ele queria que ela recitasse um poema alemão para ele, e sem desconfiar de nada, a moça foi.

Ao chegar na casa, Sagawa recebeu Renée como de costume, caridosamente e pagando de bom moço. Sentaram-se juntos no chão, como culturalmente e tomaram chá. Depois de algumas doses, Sagawa acabou declarando seu amor pela jovem, mas ela disse que gostaria de continuar sendo apenas uma boa amiga, colocando Sagawa friendzone. Renée continuo a recitar o poema que Sagawa havia pedido, ele então se levantou e ficou andando pela casa. Pelas costas, Sagawa sacou um revolver e atirou na nuca de Renée.

Sagawa, disse que desmaiou após o choque do tiro que deu nela, mas acordou com a percepção de que ele tivesse de realizar seu desejo de comê-la. E assim o fez, começando com os quadris e as pernas, depois de ter relações sexuais com o cadáver.

Em entrevistas, ele falou de sua surpresa com o “corn-colored” a natureza da gordura humana, segundo ele, a carne tinha cor de milho. Durante dois dias, Sagawa comeu várias partes do corpo dela. Ele descreveu a carne como “macia” e “sem cheiro”, parecida com salmão.

Ele tentou despejar o corpo mutilado em um lago remoto, mas foi visto no ato e mais tarde preso pela polícia francesa.

Seu pai rico, contratou um advogado superior para sua defesa, e depois de ter sido detido por dois anos sem julgamento, o juiz francês Jean-Louis Bruguières o considerou “obviamente” insano e incapaz de ser julgado e condenou Sagawa a ser internado indefinidamente em uma instituição para doentes mentais.

A publicidade posterior e fama macabra de Sagawa provavelmente contribuíram para a decisão das autoridades francesas de extraditá-lo. Após a chegada no Japão, ele foi imediatamente levado para ‘Matsuzawa hospital’, onde todos os psicólogos que o examinaram chegaram a opinião de que ele tinha a mente ‘sã’, mas “má”. No entanto, as autoridades japonesas acharam que seria juridicamente impossível mantê-lo preso, supostamente porque faltavam alguns importantes documentos do tribunal francês. Como resultado, Sagawa se retirou da instituição mental em 12 de agosto de 1986, e é um homem livre desde então.

Sagawa atualmente vive em Tóquio, lá ele é considerado uma pequena celebridade do Japão. E é frequentemente convidado como orador e comentador em programas de TV. Ele também escreveu comentários sobre restaurante japoneses para uma revista de estética. (Que merda, ein)

Está achando isso tudo um absurdo? Espera que a melhor parte vem agora…

Em 1992, ele apareceu no filme ‘Hisayasu Sato – Vergonhosa Tortura’ como um voyeur sadosexual.

Além de livros sobre o assassinato que cometeu, Sagawa escreveu também um livro de comentários sobre ‘Shonen A’ ou ‘Shōnen’ai’, que trata de uma série de assassinatos em 1997 de crianças, quando um menino de 14 anos referido na mídia como ‘Boy A’ ou ‘Shonen A’, matou e decapitou uma criança e atacou várias outras.

A história de Sagawa inspirou uma canção da banda ‘Stranglers’, chamada ‘La Folie’, lançada em 1981.

Inspirou os ‘Rolling Stones’, com a música ‘Too Much Blood’ de 1983.

Inspirou a banda underground ‘Human Factors Lab’ com a canção ‘Dinner with Renee’ de 2004.

O curta do diretor ‘Olivier Smolders’ lançado em 1987 chamado ‘Adoration’ é baseado na história de Sagawa. No mesmo ano, o canal de TV Viasat Explorer lançou um documentário de 47 minutos chamado “Cannibal Superstar”.

Em 2009, Sagawa foi documentado em um programa do History Channel, intitulado “estranhos rituais” discutindo o canibalismo. O documentário mostra Sagawa como um artista independente de pinturas com nu artístico.

Parece que ser um assassino foi algo bem lucrativo para Sagawa, não acham?

ATENÇÃO

Separamos imagens reais do crime em uma segunda página, pois não queremos ofender os olhos de leitores sensíveis. Algumas das imagens são fortes e podem causar transtornos. Se mesmo assim você quiser ver, prossiga…

PRÓXIMA PÁGINA>>

Um cara estranho que fica na internet o dia inteiro procurando coisas que consigam lhe deixar assustado, tomando vinho e fumando Hollywood.

Comentários no Facebook