FANTASMA DE ‘JACK O ESTRIPADOR’ ATORMENTA FAMÍLIA!

Uma mãe 58 anos, teria sido espancada em sua própria casa por um espírito maligno que dizia ser Jack o Estripador. A mulher, ‘Gaynor Issitt’, afirmou que foi arrastada para fora da cama por seus tornozelos, teve a cabeça batida na parede, foi perfurada com objetos pontiagudos  e empurrada pra abaixo das escadas pelo fantasma.

Ela afirma que vários seres sobrenaturais residem em sua casa em Leicestershire, no Reino Unido, ela está morando na casa há 36 anos, e vem sofrendo com os tormentos desde então. “Os fantasmas estão aqui desde que eu vim morar aqui”, disse ela. “O homem que morava aqui antes de mim, também afirmou que eles estavam aqui antes dele também.”

Embora ela já esteja acostumada a viver entre os fantasmas, aparentemente setembro é época de pico de tormento espiritual. Neste mês ela experimentou violentos espancamentos e vários incêndios em sua casa. O fantasma de Jack, o Estripador, teria incendiado vários pertences de Issitt, incluindo bíblias, móveis e fotos de sua família. “Ele começou incêndios, desde então eu tenho que manter baldes de água espalhados por toda casa”, disse ela.

Vários investigadores paranormais visitaram a casa de Issitt. Especialistas no assunto, como ‘Mark Vernon’, confirmam as alegações da mulher. Segundo ele, são completamente verdadeiras. Na verdade, os investigadores relataram que sua casa é uma das cinco mais assombradas na Grã-Bretanha. Vernon ouviu vários ruídos e viu coisas muito estranhas desde que investigara a casa de Issitt.

“São os fantasmas violentos, são exatamente os que eu mais gosto de conhecer”, disse Mark Vernon.

Ele afirma que um fantasma horrível em particular lhe disse que ele é Jack o Estripador, o assassino em série não identificado responsável por matar 11 mulheres na área de Whitechapel em Londres em 1888.

“Eu fiz uma verificação de antecedentes, e há um suspeito de ter sido ‘Jack O Estripador’ chamado ‘Frederick Deeming’. Ele foi executado na Austrália, mas ele é da área de Leicestershire, Inglaterra, originalmente.”

Baseado na pesquisa de Vernon, um provável suspeito de ser o terrível serial-killer vivia na mesma vizinhança de Issitt, e agora está assombrando sua casa. Ainda assim, Issitt não é a única vítima dos fantasmas aterrorizantes em sua casa. Encontros com os espíritos malignos têm forçado os visitantes da casa a correr para fora, gritando, com cortes no corpo e precisando de tratamento hospitalar.

Marca de um tapa inexplicável deixado no parceiro de Issitt.

Infelizmente, Issitt está sozinha na casa, deixada para suportar a tortura sozinha, pois seu parceiro mudou-se para um centro de cuidados depois de sofrer lesões que o deixaram paralisado.

Depois de 36 anos de tortura, ela está se arriscando a conviver sozinha com as entidades malignas.

“Tivemos sacerdotes e exorcistas e todos os tipos ao longo dos anos, mas nada faz a diferença, então eu aprendi a viver com isso”, disse ela.

Ela relatou ter visto fantasmas de homens, mulheres e menininhas em sua casa e até tem gravações de vozes dizendo que eles vão matar alguém.

Esta fotografia mostra a entidade mais claramente na casa de Senhora Issitt

 

Vernon tem planos de continuar investigando a casa de Issitt, e irá voltar com uma equipe completa de especialistas. Issitt se recusa a deixar os fantasmas terríveis expulsá-la de casa, e afirma: “Esta é a minha casa, o lar da minha família, e eu não vou ser expulsa por fantasmas. Jack, o Estripador, pode nunca ter sido pego no século 19, mas espero que agora eles possam terminar seu reinado de horror.”

‘Frederick Bailey’ o principal suspeito de ser ‘Jack O Estripador’, viveu perto de onde agora mora Gaynor, como afirmava Robert James Lees, que era um espiritualista que trabalhou para a ‘Scotland Yard’ investigando os assassinatos do Estripador.

“Frederick Bailey foi enforcado na Austrália, tendo confessado o assassinado de sua mulher,  e ele ainda é amplamente considerado o principal suspeito dos assassinatos de Whitechapel, Londres, atribuídos ao Jack O Estripador.

Vernon, o investigador.

“As entidades gostam de dizer algumas mentiras. Eu estou planejando voltar para a casa com uma equipe completa na próxima vez. Eu fui a casa de Gaynor e posso dizer com 100 por cento de certeza de que ela está sendo sincera. Eu sinto muito pelo que ela passou, eu nunca vi uma casa com tanta atividade acontecendo. Eu sei de pessoas que saíram de lá não apenas com arranhões, mas com cortes no braço. “Este é um fantasma desagradável, poderia ser Jack The Ripper, poderia ser um parente dele, ou poderia ser apenas um espírito dizendo mentiras.” -Disse Vernon.

Frederick Bailey, suspeito de ser o Serial-Killer, foi um instalador de gás australiano e nascido em Ashby-de-la-Zouch, Leicestershire, região da Inglaterra, em 1853. Frederick, viveu na Grã-Bretanha na década de 1880, estabelecendo-se em Rainhill, perto de Liverpool, onde mais tarde foi descoberto ter matado sua primeira esposa e seus quatro filhos.

Mais tarde emigrou para Melbourne, onde foi finalmente enforcado em 1892 pelo assassinato de sua segunda esposa. Posteriormente, foi amplamente especulado, e ainda é até hoje, que Frederick cometeu a série de assassinatos das 11 mulheres em Whitechapel, em Londres entre 1888 e 1891.

Um cara estranho que fica na internet o dia inteiro procurando coisas que consigam lhe deixar assustado, tomando vinho e fumando Hollywood.

Comentários no Facebook