O CULTO AUSTRALIANO QUE DAVA LSD PARA CRIANÇAS SE PREPARAREM PRO APOCALIPSE

Março 27, 2017
421 Views

Anne Hamilton-Byrne, de 97 anos, está atualmente no seu leito de morte, tendo sofrido demência desde 2007. Muitos ficarão felizes em vê-la morrer. Isso porque Hamilton-Byrne foi a líder carismática de uma seita apocalíptica australiana conhecida como ‘The Family’, que atuou em Melbourne capital de Vitória, na Austrália, desde os anos 1960 até a década de 1990.

O culto adquiriu crianças através de uma mistura de adoção, partos não planejados ou pais que desistiam de seus filhos. Eles foram feitos para parecer quase idênticos, graças a uma combinação de cabelo loiro, cortes de cabelo idênticos e uniformes.

As crianças teriam sofrido agressões, obrigadas a passarem fome e a usarem LSD por Hamilton-Byrne e outros membros da ceita. As crianças e outros seguidores muitas vezes usavam LSD e se isolavam em salas escuras.

No total, 28 crianças passaram algum tempo na propriedade do culto no Lago Eildon, no centro de Victoria. Acredita-se que 14 crianças eram filhos biológicos de Hamilton-Byrne e seu marido Bill.

O culto ensinou uma mistura eclética de cristianismo, hinduísmo e budismo, juntamente com outras religiões orientais e ocidentais, com base no princípio de que as verdades espirituais são universais. Hamilton-Byrne, que anteriormente era uma professora de yoga, enganou a si mesma e seus seguidores afirmando que ela era uma espécie de ‘Jesus reencarnado’.

Hamilton-Byrne também coletava 10 por cento dos rendimentos de seus seguidores(PARECE FAMILIAR? HAHA), e acumulou uma enorme fortuna como resultado. Ela possuía casas na Grã-Bretanha e Nova York compradas com o dinheiro das várias fraudes e golpes que ela forçou seus seguidores a cometer.

Então, como era a vida para as crianças presas no culto mais infame da Austrália? Anouree Treena-Byrne foi forçosamente levada de sua mãe e se mudou para a casa de Hamilton-Byrne quando ela tinha apenas três anos. Ela disse: “Nós recebemos todos os tipos de outras drogas. Drogas para controlar e acalmar. O que eu fazia muito era me sentar na minha cama e olhar pela janela. Eu não me movia. Eu estava em um estado catatônico e eu também estava muda. Eu passei longos períodos muda.”

Treena-Byrne outra sobrevivente da ceita do LSD, também descreveu o abuso que ela sofreu nas mãos da ‘A Família’:

“Às vezes eu ficava sem comer por mais de 3 dias, me negavam alimento por mais dias seguidos. Para algumas das crianças pode ter sido mais. Estou falando de abuso grave. Eles nos batiam de cinto; haviam afogamentos-simulados. E nossas cabeças eram colocadas em baldes de água e mantidas lá sob vários minutos. Não sabemos quanto tempo ficávamos com a cabeça submersa, mas era o suficiente para que pensássemos que íamos morrer.”

As crianças foram eventualmente resgatadas durante uma batida policial em 1987. No entanto, mesmo depois de escapar do culto, seus ex-membros nunca foram realmente capazes de superar os seus traumas recorrentes do abuso do LSD, que incluiam ansiedade e depressão. Houveram até mesmo casos de suicídio.

Um novo documentário sobre o culto lançado na Austrália em 23 de fevereiro, inclui uma entrevista exclusiva com Hamilton-Byrne, filmada antes de sua crise de demência. No documentário ela ainda diz: “Eu queria que eles parecessem irmãos e irmãs. Eu os amava em suas pequenas blusas e jeans, com seus cabelos longos e fitas. Foi bonito. Foi lindo ver.”

 

O culto ainda existe, embora o número de membros tenha decaído muito. Hamilton-Byrne nunca foi verdadeiramente punida por seus crimes, recebendo apenas US $ 3.750 em multas por falsamente registrar três crianças. O detetive Lex de Man, que liderou a investigação, disse: “Meu único arrependimento é que ela nunca foi totalmente responsabilizada pela miséria que ela causou aos filhos dentro desse maldito culto.”

Agora, a poucos dias ou semanas da morte, é quase certo que ela nunca será condenada pelos terríveis crimes que cometeu contra 28 crianças inocentes há tantos anos.

Confira também nossa matéria sobre a polêmica igreja de Satã nos EUA:

FOTOS REAIS DA ‘IGREJA DE SATAN’ QUE VOCÊ PRECISA VER!

Um cara estranho que fica na internet o dia inteiro procurando coisas que consigam lhe deixar assustado, tomando vinho e fumando Hollywood.

Comentários no Facebook